Vítor Pereira minimiza a falta de vitórias em clássicos


Vítor Pereira minimiza a falta de vitórias em clássicos

Ainda sem vitórias em clássicos no ano, o Corinthians empatou com o São Paulo na Neo Química Arena e Vítor Pereira comentou o resultado

Vítor Pereira, treinador do Corinthians, minimizou falta de vitórias em clássicos

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 23/05/2022

Vítor Pereira no Corinthians (Foto: Rodrigo Cocca/ Ag. Corinthians)

São Paulo, SP, 23 – O tropeço do Corinthians em mais um clássico não preocupou o técnico Vítor Pereira. O português minimizou o empate por 1 a 1 com o São Paulo, na Neo Química Arena, e a sequência sem vitórias sobre os maiores adversários da equipe alvinegra. E lembrou do seu histórico de triunfos sobre arquirrivais pelos clubes que já comandou, em outros países.

Adson marca e Corinthians empata com o São Paulo (Foto: Rodrigo Cocca/ Ag. Corinthians)

VÍTOR PEREIRA FALA SOBRE CLÁSSICOS

“Sabem quantos clássicos já ganhei na minha vida? Para mim, este foi o primeiro clássico que joguei não só em casa, mas com trabalho para dar resposta em um clássico. Vocês estão sempre a dizer que não ganhei clássicos. Eu já ganhei muitos clássicos. Vão ver em Portugal, na Grécia, na Turquia, na China. Vejam quantos clássicos já ganhei”, comentou.

Foi o quinto clássico disputado pelo Corinthians sob o comando do treinador português. São quatro derrotas e agora um empate. Antes de chegar ao time brasileiro, Vítor Pereira ganhou o último clássico que disputou, no comando do Fenerbahce. Sua equipe venceu o Galatasaray por 2 a 2, fora de casa, pelo Campeonato Turco, em novembro do ano passado.

Em solo brasileiro, Vítor Pereira fez sua estreia pelo Corinthians logo em um clássico, na derrota por 1 a 0 para o São Paulo, fora de casa, em 5 de março. Apenas dois jogos depois, o adversário foi o Palmeiras, também pelo Paulistão: revés por 2 a 1, novamente longe da torcida. Na semifinal do Estadual, novo confronto com o São Paulo. E derrota por 2 a 1.

Pelo Brasileirão, o revés mais duro veio contra o Palmeiras, por 3 a 0, mais uma vez fora de casa. O clássico com o São Paulo, no domingo, foi o primeiro em casa, e também o primeiro sem derrota.

Para Vítor Pereira, nos três primeiros jogos contra rivais ele ainda não conhecia bem o time e estava apenas iniciando o trabalho no Corinthians. “Quando cheguei, joguei três clássicos sem estarmos minimamente preparados”, argumentou. “Depois tivemos o Palmeiras, que eventualmente a equipe tinha de dar outra resposta e não deu, porque tinham muitos jogadores doentes, com problemas. Se calhar eu já estava com covid-19, porque me doía o corpo todo.”

Segundo o treinador, o primeiro clássico em que o Corinthians jogou já com a “sua cara” foi o deste domingo. “Hoje foi o clássico que devíamos estar preparados. A primeira parte não correu bem, mas buscamos o plano B e demos uma resposta diferente. Do ponto de vista tático, vimos uma segunda parte totalmente diferente, do nível que temos de estar para jogar um clássico, contra uma grande equipe”, ponderou.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.