Corinthians endurece negociações com o Internacional e Bruno Méndez deve voltar ao Timão

O destino de Bruno Méndez, emprestado pelo Corinthians ao Internacional, parece estar cada vez mais próximo de um desfecho. A postura do Internacional no episódio do suposto caso de racismo de Rafael Ramos diante de Edenílson, no último sábado, deixou o zagueiro mais perto do retorno ao Parque São Jorge do que uma permanência no Beira-Rio. A informação foi divulgada pelo jornalista Jorge Nicola e confirmada pelo portal Meu Timão.

Agora, há uma única possibilidade de o uruguaio permanecer no Sul após o empréstimo, que acaba no dia 30 de junho deste ano. Para seguir com o zagueiro após este prazo, o clube gaúcho precisa exercer a cláusula de prioridade para a compra definitiva, no valor de US$ 6 milhões (cerca de R$ 30 milhões).

E sem qualquer facilidade para a quitação do mesmo, como estava sendo conversado entre os clubes. A reportagem do Meu Timão apurou que o Corinthians poderia diminuir parte do valor e ainda parcelaria a quitação do mesmo. Agora, é o valor combinado como está no contrato ou a devolução.

Tudo mudou depois do episódio que envolveu Rafael Ramos e Edenílson no último sábado, quando o jogador do Inter acusou o lateral corinthiano de ter cometido um ato de injúria racial. Os dirigentes do Corinthians ficaram incomodados com a postura do clube gaúcho.

Na visão dos alvinegros, a diretoria do Inter deveria ter aguardado uma apuração mais concreta do fato por pessoas capacitadas para tal, e não emitir uma nota oficial condenando o jogador do Corinthians. Veja parte do posicionamento do clube gaúcho abaixo.

"Mais uma vez, um lamentável caso de racismo é registrado em nosso futebol. Desta vez, em nossa casa, contra um jogador do Inter… é inadmissível que ainda ocorram fatos desse tipo em 2022, não há espaço para o racismo em nossa sociedade", diz parte da nota do Inter.

Bruno Méndez não deve fazer o 7° jogo no Brasileirão

Bruno Méndez está ciente da mudança de postura do Corinthians e já foi informado pelos dirigentes alvinegros sobre como será feito a partir de agora. O jogador não deve fazer o 7° jogo no Brasileirão, fato esse que o impediria de atuar pelo Timão na competição, limitando suas participações às copas (do Brasil e Libertadores).

Notícias relacionadas

Notícias relacionadas Corinthians é procurado por dois clubes europeus e estipula valor mínimo para negociar João Victor

Veja mais em: Bruno Méndez, Diretoria do Corinthians e Mercado da bola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.