Cássio lamenta gol sofrido em clássico e avalia seu desempenho no Corinthians na temporada

O Corinthians empatou em 1 a 1 o clássico contra o São Paulo, neste domingo, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro. Principal destaque corinthiano no Majestoso, o goleiro Cássio lamentou o gol sofrido nos acréscimos do primeiro tempo.

"Estou aqui para tentar ajudar, queria eu ter pego sete, oito bolas e não ter tomado gol, mas infelizmente não consegui evitar o gol. Acho que ajuda né, a gente acabou indo para o intervalo com 1 a 0. Depois, no segundo tempo, a gente conseguiu ter volume de jogo, conseguiu ter chances, belo cruzamento do Piton e Adson fez um gol importante para a gente. Clássico é assim, às vezes o goleiro da equipe adversária defende mais bola, mas faz parte do processo e a gente está ali para tentar evitar o gol”, afirmou o arqueiro alvinegro, que impressionou pelo alto número de defesas feitas no clássico.

Em quase 11 temporadas no Corinthians, o goleiro é constantemente "cobrado" por suas atuações tendo como referência o ano de 2012 – quando o Timão conquistou a Libertadores e o Mundial com ótimas aparições do camisa 12. Ainda assim, Cássio afirmou que altos e baixos fazem parte da carreira, mas que gostaria de sempre ajudar o clube e que respeita as diferentes opiniões que ouve.

É difícil se apegar em um ano (2012), teve outros anos que a gente foi campeão, que eu tive destaque, então eu queria poder ajudar sempre o Corinthians, acho que esse ano também o Corinthians investiu mais, tem um time com mais qualidade, isso também ajuda muito, com todo respeito, se você não tem investimento, fica difícil brigar com as equipes de lá de cima", pontuou o goleiro.

"Certos momentos você consegue ganhar na raça, mas depois pega uma equipe mais qualificada e fica difícil. No meu ponto de vista, comparando aos outros anos, a equipe desse ano tem mais qualidade, mais peças de reposição. Eu me sinto feliz, eu costumo levar para a minha vida, quando você ser criticado não se achar o pior jogador do mundo, e quando elogiado, não se achar o melhor do mundo. Sempre respeitei a opinião de todo mundo e vai ser sempre assim”, finalizou.

Em tempo: na reta final do jogo deste domingo, Cássio sofreu uma queda e precisou ser substituído. Nesta segunda-feira, passou por exames e teve uma subluxação diagnosticada no ombro esquerdo. Sua participação no duelo de quinta-feira, contra o Always Ready, da Bolívia, dependerá da evolução do quadro nos treinamentos até lá.

Notícias relacionadas

Notícias relacionadas Corinthians emplaca dois atletas na Seleção do Torcedor e o Cara da Rodada no Brasileirão Cássio é eleito o melhor da sétima rodada do Brasileirão no prêmio Bola de Prata da ESPN; veja time Exames não apontam lesão grave em Cássio, mas goleiro segue como dúvida contra o Always Ready

Veja mais em: Cássio, Majestoso, Corinthians x São Paulo e Neo Química Arena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.