Cuiabá 1 x 0 Corinthians – Timão demora para acordar e perde série invicta


Cuiabá 1 x 0 Corinthians – Timão demora para acordar e perde série invicta

Corinthians é superado pelo Cuiabá, por 1 a 0, na Arena Pantanal na abertura da 10ª rodada do Brasileirão

Timão pode perder a liderança na rodada, por sua vez, o Dourado deixou a zona de rebaixamento momentaneamente.

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Futebol Interior, 07/06/2022

Uendel marcou para o Cuiabá (Foto: Divulgação/ AssCom Dourado)

Cuiabá, MT, 7 (AFI) – Na abertura da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi superado pelo Cuiabá, por 1 a 0, na noite desta terça-feira(7). Com gol do lateral Uendel, que jogou no Timão, o Dourado conseguiu sua primeira vitória, em casa, na Arena Pantanal, por sua vez, o Corinthians viu perder uma invencibilidade de seis jogos na competição.

Com a derrota, o Corinthians manteve o primeiro lugar, com 18 pontos, mas pode perder a liderança para Atlético-MG e Palmeiras que ainda jogam na rodada. Já o Cuiabá, venceu a primeira em casa, subiu três posições, chegando ao 15º lugar, com 11 pontos, deixando a zona de rebaixamento momentaneamente. 

LEI DO EX

Oscilando na temporada, o Corinthians mal jogou no primeiro tempo, com a escalação mista, e com uma formação com dois atacantes, o time paulista não se encontrou e assistiu o Cuiabá dominar a partida. O Corinthians até chegou a ter o controle do jogo por 15 minutos, com mais posse, mas via o Cuiabá finalizar mais vezes.

Único lance de perigo do time paulista foi com Gustavo Mosquito, aos cinco minutos, o atacante recebeu o cruzamento de Mantuan e cabeceou para boa defesa do goleiro João Carlos.

O que se viu depois foi amplo domínio do Cuiabá, buscando o contra-ataque, o time do Mato Grossense ensaiava uma pressão, e aos 35 minutos, Cantillo errou o passe na saída de bola, o lateral Uendel aproveitou e após tabelar no alto com Rafael Marques, o ex-jogador do Corinthians, arriscou de fora da área e acertou no canto de Cássio, abrindo o placar na Arena Pantanal.

O gol desestabilizou ainda mais o Corinthians que já não se encontrava em campo, e pouco chegava na área adversária, mantendo o revés no placar até o intervalo.

Corinthians continua irregular na temporada (Foto: Divulgação/ AssCom Dourado)

SEM CHUTE, SEM GOL

O técnico Vítor Pereira percebeu que a estratégia não deu certo e voltou do intervalo com quatro substituições, mudando para um esquema com três atacantes, mas quem assustou primeiro foi o Cuiabá com Empereur, aos três minutos, o zagueiro subiu mais alto e quase marcou de cabeça.

Aos poucos o Corinthians começou a dominar a partida e fez o Cuiabá recuar na partida. Porém o domínio não se traduzia em finalizações, tendo somente uma em dez minutos, com Roger Guedes, pela esquerda, cortou para o meio e finalizou para a defesa de João Carlos.

O Corinthians rondava a área do Cuiabá, e sem chutar a gol, abusou das bolas levantadas na área, melhor para a defesa do time mato grossense, que ganhou praticamente todas. O Corinthians até ensaiou uma blitz no final, mas insistia nas bolas aéreas, sem chutar a gol o placar permaneceu o mesmo, até o apito final.

AGENDA

No final de semana, o Corinthians recebe o Juventude, no sábado (11), na Arena Neo Química, já o Cuiabá recebe outro paulista, o Red Bull Bragantino, também no sábado, na Arena Pantanal.

FICHA TÉCNICA

Cuiabá-MT 1 0 Corinthians Fase: Única Rodada: 10ª rodada Data: 07/06/2022 Hora: 9:30 pm Arbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE) Assistentes: Márcia Bezerra Lopes (RO) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) Estádio: Arena Pantanal Público: 22.129 pagantes Endereço: Cuiabá – MT Renda: R$ 1.957,10 Cartões Amarelos: Corinthians: Du Queiroz e Raul Gustavo Cuiabá: João Carlos Cartões Vermelhos: Cuiabá: Valdivia GOLS: Cuiabá: Uendel 36’/1T Cuiabá-MT

João Carlos; João Lucas, Marllon, Alan Empereur e Uendel; Camilo, Rafael Gava (Marcão Silva) e Pepê (Paulão); Felipe Marques (Valdivia), André Luís (Alesson) e André (Jenison)

Técnico: Bernardo Franco Corinthians

Cássio; Robson Bambu (Júnior Moraes), Gil e Raul Gustavo; Gustavo Mantuan, Cantillo, Du Queiroz (Giuliano), Adson (Renato Augusto) e Bruno Melo (Lucas Piton); Gustavo Mosquito (Wesley) e Roger Guedes

Técnico: Vítor Pereira

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.