Willian está recuperado e pronto para ajudar o Corinthians: 'Voltar à liderança'


Willian está recuperado e pronto para ajudar o Corinthians: ‘Voltar à liderança’

Meia deve jogar no final de semana e só pensa na vitória do Timão

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 10/06/2022

Willian vive fase conturbada com ameaças no Corinthians.

São Paulo, SP, 10 – O meia Willian desfalcou o Corinthians nas duas últimas rodadas do Brasileirão, contra Atlético-GO e Cuiabá, por causa de uma forte pancada sofrida contra o América-MG no tornozelo. Recuperado, volta diante do Juventude cheio de confiança em recolocar o time na liderança do Brasileirão.

“Foi uma semana boa, produtiva. Fiquei dois jogos fora por conta da lesão no tornozelo, uns dias atrás ainda com muita dificuldade, muitas dores, mas hoje estou me sentindo bem melhor para poder voltar e ajudar o Corinthians”, afirmou o jogador à TV Corinthians.

Willian nem pensa em outro resultado na Neo Química Arena neste sábado senão a vitória contra o time de Caxias do Sul. “Jogando dentro de casa temos de fazer nosso dever, não podemos perder pontos em casa. Esse jogo, se ganharmos, voltamos a liderança, então temos de entrar com esse pensamento.”

Triste por não ter atuado nas últimas rodadas, o meia espera que as lesões não se repitam para emplacar sequência de jogos e buscar seu melhor ritmo. Quando ele vinha se destacando no Corinthians, acabou fora por mais uma pancada.

“Muito ruim ficar de fora, sempre gosto de estar jogando, de estar ajudando. Quando acontece uma situação como essa a gente fica triste por não poder ajudar. Mas faz parte do futebol e temos de tratar para voltar bem”, advertiu. Pede, porém, mais rigor à arbitragem em um futebol brasileiro, em sua visão, por vezes “desleal”.

“Nesse tempo que estou aqui, tenho reparado sobre a violência. Lá na Inglaterra, onde joguei, era um campeonato duro, mas leal. Aqui, o adversário muitas vezes é desleal, visa somente o adversário mesmo. Lá, vai duro, mas na bola. Vou procurar seguir jogando futebol e não se abalar com esse tipo de situação”, garantiu, pedindo mais proteção para os homens do apito.

“Uma coisa que me incomoda muito é o árbitro esperar o adversário fazer quatro, cinco faltas para dar o cartão. Se a primeira já é uma falta dura, por que não dar o cartão?”, questionou. Garantindo foco no jogo, ele vê o Corinthians vivo e forte para disputar as taças.

“O pensamento do Corinthians é sempre entrar nas competições para brigar por título. Queremos brigar nas três, sabemos que o calendário é difícil sem Copa do Mundo, com Copa vai apertando ainda mais. Claro que não é fácil, precisamos de todos os jogadores, mas queremos brigar por todos os títulos possíveis.” O time é segundo no Brasileirão e está nas oitavas da Copa do Brasil e da Libertadores.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.