Corinthians tenta evitar pior ataque da história em fases de grupos da Libertadores; veja números

O Corinthians encerra nesta quinta-feira sua participação na fase de grupos da Libertadores 2022. Diante do Always Ready, às 21h, na Neo Química Arena, o Timão tentará evitar que esse seja o pior ataque do clube nas disputas da fase de grupos do torneio.

Até o momento, o Timão balançou as redes apenas quatro vezes em cinco jogos na Libertadores 2022. A equipe de Vítor Pereira venceu o Deportivo Cali por 1 a 0, depois derrotou o Boca Juniors por 2 a 0, além de empatar em 1 a 1 com os argentinos.

Até aqui, Maycon e Du Queiroz foram os únicos corinthianos a marcarem na competição. O camisa 5 marcou dois gols, ambos contra o Boca Juniors, em Itaquera, enquanto o 37 marcou o único gol do Timão na Bombonera. O quarto gol alvinegro no torneio foi contra, marcado por Caldera, no duelo contra o Deportivo Cali.

Para evitar o pior ataque já visto na fase de grupos, o elenco de 2022 precisa superar o ataque de 1991 – que marcou sete gols. Portanto, o Corinthians necessita marcar no mínimo quatro gols diante do Always Ready nesta quinta-feira – veja o ranking completo abaixo.

O melhor ataque do Corinthians na fase de grupos foi em 2000. Naquele ano, o Timão marcou 17 gols, tendo quatro vitórias, um empate e uma derrota contra América, Olimpia e LDU. Naquela temporada, vale lembrar, Luizão terminou a Libertadores como artilheiro, tendo balançado as redes em 15 oportunidades ao longo de toda a disputa.

O segundo melhor ataque aconteceu em 1999, quando a equipe alvinegra marcou 16 gols na fase de grupos. Em terceiro, ficou o ataque de 2003, que foi às redes em 15 oportunidades.

A campanha de 2012, quando o Corinthians conquistou a taça da Libertadores de forma invicta, aparece em quarto lugar. Naquele ano, o Timão marcou 13 gols na fase de grupos – mesmo número de gols da campanha da primeira fase de 2016.

Confira o ranking de gols marcados pelo Corinthians nas fases de grupos da Libertadores

  • Libertadores 2000: 17 gols
  • Libertadores 1999: 16 gols
  • Libertadores 2003: 15 gols
  • Libertadores 2016: 13 gols
  • Libertadores 2012: 13 gols
  • Libertadores 2018: 11 gols
  • Libertadores 2013: 10 gols
  • Libertadores 2006: 10 gols
  • Libertadores 1977: 10 gols
  • Libertadores 2015: 9 gols
  • Libertadores 2010: 9 gols
  • Libertadores 1991: 7 gols
  • Libertadores 2022: 4 gols
  • Notícias relacionadas

    Notícias relacionadas Técnico do Always Ready exalta Neo Química Arena e Fiel e fala sobre chances de vencer o Corinthians Saiba as três opções para assistir à partida entre Corinthians e Always Ready pela Libertadores Árbitro de Corinthians e Always Ready acumula polêmicas em jogos de outras equipes brasileiras

    Veja mais em: Libertadores da América.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.