CAS reduz valor, mas Corinthians e Jô devem pagar R$ 13,3 milhões a clube do Japão


CAS reduz valor, mas Corinthians e Jô devem pagar R$ 13,3 milhões a clube do Japão

A FIFA havia julgado uma indenização de R$18 milhões. O atacante e o clube recorreram à Corte Arbitral do Esporte, que reduziu o valor.

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Futebol Interior, 17/06/2022

São Paulo, SP, 17 (AFI) – O Corinthians, junto ao atacante Jô, foram condenados pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) a pagar uma indenização no valor de $2,6 milhões (R$13,3 milhões) ao Nagoya Grampus, clube do Japão. 

A FIFA já havia julgado o caso, mas o clube e o atleta recorreram ao CAS, que acatou alguns apontamentos do Timão e reduziu o valor da multa – a tendência é que o clube e o atleta aceitem a decisão da corte. 

O CAS, que é entidade máxima no futebol, alega que o Corinthians é “é solidariamente responsável pelo pagamento da referida indenização”, mas não informa os percentuais de pagamento de cada uma das partes. O Time de Itaquera ainda estuda os próximos passos para chegar a uma resolução. 

O caso já se arrasta há mais de um ano no CAS. A primeira condenação ao clube a ao atleta aconteceu em novembro de 2020 e o recurso das partes foi apresentado em 2021.

Entenda a condenação de Corinthians e Jô! 

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.