Corinthians será julgado pelo STJD e pode perder pontos no Brasileiro


Corinthians será julgado pelo STJD e pode perder pontos no Brasileiro

A equipe alvinegra foi autuada nos artigos 213, numeral I e III, e no artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

O Corinthians já foi multado na atual temporada por descumprir regras da Comissão Disciplinar da Conmebol na Libertadores.

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Futebol Interior, 24/06/2022

Foto: Divulgação/Corinthians

São Paulo, SP, 24 (AFI) – O Corinthians será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJD). O clube foi a julgamento nesta quinta-feira (24), mas a sessão foi adiada e o novo julgamento ainda não teve a data estipulada.  A denúncia é de que torcedores do Timão arremessaram objetos no gramado e expuseram cantos homofóbicos durante a partida contra o São Paulo, válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

O Timão será enquadrado pelo artigo 243-G, que prevê como punição a perda de pontos no Campeonato Brasileiro.

O julgamento foi realizado pelo procurador José Cardoso Dutra Júnior e, se condenado pelos objetos arremessados, o Timão terá que pagar uma multa que varia de R$100 a R$100 mil. A equipe alvinegra foi autuada nos artigos 213, numeral I e III, e no artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). 

Corinthians foi denunciado por cantos homofóbicos direcionados ao São Paulo. (Foto: Divulgação/Corinthians)

O QUE DIZ A ARBITRAGEM

Na súmula do clássico, o árbitro Wilton Pereira Sampaio relatou que objetos como moedas e um isqueiro foram jogados em direção a Reinaldo, lateral do Tricolor. Além disso, o juiz denunciou o uso de sinalizadores na arquibancada e disse que cantos homofóbicos foram entoados por torcedores corintianos. 

TORCEDOR DO CORINTHIANS PUNIDO

A diretoria do Corinthians identificou o torcedor que acendeu o sinalizador, que foi punido com a suspensão do programa Fiel Torcedor e o baniu das disputas na Neo Química Arena. 

O clube já havia sido multado na na atual temporada por descumprir regras da Comissão Disciplinar da Conmebol na Copa Libertadores.

Confira também: