Fábio Santos fala sobre dificuldade de jogar contra Mancini e vê margem para evolução do Corinthians

O Corinthians não conseguiu sair do empate por 1 a 1 com o América Mineiro neste domingo. Jogando em casa, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Timão dominou a posse de bola, mas esbarrou na boa defesa mineira. Após o empate, o lateral Fábio Santos avaliou a partida e pontuou a dificuldade de jogar contra o técnico Vagner Mancini.

"Jogar contra as equipes do Mancini é sempre muito complicado. Ele praticamente joga mano a mano o jogo inteiro. No primeiro tempo, tentamos jogar muito curto e acabamos facilitando para ele. Não estávamos conseguindo quebrar linhas. A mudança do Vítor era isso, para tentar buscar mais profundidade. Mas, ficou um pouco chato, um jogo feio, porque você acaba fazendo vários lançamentos. Não é o que a gente gosta. Mérito do adversário e demérito nosso que não conseguimos sair desta marcação", disse o camisa 6 do Timão em zona mista na saída do estádio.

Este, vale lembrar, foi o quinto empate consecutivo alcançado pelo clube do Parque São Jorge. O lateral-esquerdo reconheceu a falta de evolução da equipe corinthiana nos últimos compromissos, mas disse acreditar em um crescimento natural ao longo das próximas semanas.

"A gente conversa bastante. Nós sabemos de tudo isso, não fechamos os olhos para essas coisas. A gente pensa em melhorar. Temos uma semana aberta e a obrigação de evoluir. Vejo que estamos no caminho certo, pois estamos vivos nas três competições e agora é continuar. Precisamos melhorar e temos margem para evoluir", falou o veterano.

"Ele (Vítor Pereira) mudou o sistema na base da conversa. A gente treinava muito pouco e cada hora era um time. Então, era complicado para nos adaptarmos. Óbvio que a questão teórica a maioria dos jogadores têm, mas na prática não estávamos conseguindo evoluir tanto. Os resultados apareceram, mas o rendimento podia ser melhor. O Vítor Pereira voltou atrás agora no esquema em que nós estávamos mais acostumados, mas acredito que essa evolução vem com naturalidade. Temos que aproveitar essas semanas abertas para evoluir", completou.

Por fim, Fábio Santos valorizou o espetáculo feito pelos torcedores do Corinthians ao longo dos 90 minutos e pediu o apoio para a sequência da temporada. Parte da torcida que esteve presente em Itaquera neste domingo, importante ressaltar, protestou contra o desempenho do time com vaias ao fim do confronto.

"Eu já rodei bastante e sei como são as outras torcidas. Num jogo como esse, você pego na bola e o nego já fica te vaiando há muito tempo. Quanto a isso, não tenho o que reclamar, os caras apoiam durante os 90 minutos. Temos que evoluir e o que a gente pede é o apoio agora, confiando no trabalho e nos jogadores que aqui estão. Nós sabemos que o rendimento pode ser melhor", finalizou Fábio Santos.

Notícias relacionadas

Notícias relacionadas Vítor Pereira admite dificuldades do Corinthians e 'comemora' semana cheia para treinos Gustavo Silva celebra gol de empate do Corinthians e projeta próximo compromisso da equipe Corinthians cai para terceiro no Brasileirão após empate com o América-MG; veja tabela e jogos

Veja mais em: Fábio Santos, Campeonato Brasileiro e Corinthians x América-MG.