Perícia deve entregar laudo de leitura labial em suposta injúria racial de Rafael Ramos até sexta

O laudo de leitura labial realizado pela perícia no suposto caso de injúria racial de Rafael Ramos contra Edenilson deve ser entregue pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP) até sexta-feira. O jogador do Corinthians é acusado pelo volante do Internacional por tê-lo chamado de "macaco".

A informação foi publicada pelo ge.globo após confirmação com a delegada Ana Luiza Caruso, da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre. Ainda de acordo com a delegada, a Polícia solicitou imagens da partida à Rede Globo para encaminhar ao IGP e ajudar na conclusão do laudo.

Vale lembrar que Ramos contratou uma perícia particular para avaliar as imagens e, de acordo com os profissionais, o jogador do Corinthians não utilizou o termo "macaco". As palavras proferidas pelo corinthiano foram "Pô, caral**".

Rafael Ramos foi acusado por Edenilson de injúria racial durante o empate em 2 a 2 entre Corinthians e Internacional, no Beira-Rio, no último dia 14 de maio. O corinthiano chegou a ser preso em flagrante, mas foi liberado após pagamento de fiança de R$ 10 mil.

O jogador do Corinthians alega que a acusação de Edenilson foi um mal-entendido devido ao seu sotaque português. Já o brasileiro, afirma "saber o que ouviu" dentro de campo. Os atletas chegaram a conversar no vestiário do Beira-Rio após o ocorrido.

A investigação não acontece somente na esfera criminal. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) também apura o ocorrido. Na última terça-feira, Rafael Ramos prestou depoimento ao órgão para dar sua versão dos fatos. Edenilson será ouvido na próxima segunda-feira, dia 6 de junho.

Caso Rafael Ramos seja punido pelo órgão, o Código Brasileiro de Justiça Desportiva prevê, no artigo 243-G, pena de cinco a dez partidas e multa até R$ 100 mil por um ato discriminatório.

Notícias relacionadas

Notícias relacionadas Suspeito de ameaçar família de Willian é detido pela Polícia Civil de São Paulo Corinthians recebe oferta oficial do Internacional pelo zagueiro Bruno Méndez

Veja mais em: Rafael Ramos.