Ídolo do Corinthians anuncia aposentadoria oficial do futebol aos 38 anos

O atacante Carlitos Tevez, um dos maiores ídolos da história do Corinthians, se aposentou oficialmente do futebol. Com 38 anos, o agora ex-jogador estava sem clube há praticamente um ano, quando anunciou uma pausa na carreira, alegando não ter mais condição mental para defender as cores do Boca Juniors, da Argentina.

Nesta sexta-feira, no entanto, Tevez voltou a falar sobre o assunto e afirmou que está oficialmente aposentado dos gramados. Com propostas de "muitos lados", o argentino também revelou que o falecimento de seu pai, seu "fã número um", influenciou na decisão.

"Estou aposentado, confirmado. Me ofereceram (propostas) de muitos lados, mas como jogador já dei tudo o que tinha dentro do meu coração. Isso me deixa mais que tranquilo", afirmou Tevez em entrevista ao programa Animales Sueltos, do canal de televisão argentino América TV.

"Esse último ano foi muito duro, porque ele (seu pai) teve morte cerebral. Me levantei um dia e disse a Vane (sua esposa): 'Não jogo mais'. Mais tarde chamo Adrián (seu empresário) e lhe digo: 'Olha, não vou mais jogar. Estou parando'. Chamo a Riquelme (ex-jogador e atual vice-presidente do Boca Juniors) e lhe digo: 'Amanhã preciso do clube para fazer a conferência. Depois veio o que veio, não joguei mais e aí a minha família se deu conta que não jogaria mais. Caiu a ficha de todos", continuou.

"Me perguntavam todo o tempo por que havia deixado de jogar. Até que disse: 'Deixei de jogar porque perdi meu fã número um'. Tinha oito e quem me via jogar era ele. Então dizia: 'Para quê mais?' Acordei um dia e disse: 'Não jogo mais para ninguém'. Acredito que foi a única vez que pensei realmente em mim. Havia perdido meu fã número um e isso fez com que não tivesse mais vontade de jogar", completou o argentino.

Com uma passagem marcante pelo Parque São Jorge entre 2005 e 2006, Carlos Tevez fez 46 gols e deu 16 assistências em 78 jogos com a camisa do Corinthians, sendo campeão e melhor jogador do Brasileiro de 2005. Ele, inclusive, é o segundo estrangeiro com mais gols na história do clube e o sétimo maior artilheiro do século.

Tevez, além de ter vestido as cores do Corinthians e Boca Juniors, ainda acumula passagem por West Ham, Manchester United e Manchester City, da Inglaterra, Juventus, da Itália, e Shanghai Shenhua, da China. O ex-atacante também defendeu a Seleção Argentina.

Notícias relacionadas

Notícias relacionadas Corinthians enfrenta o Atlético-GO de olho na liderança do Brasileirão; veja tudo Corinthians não vence o Atlético-GO há cinco anos; relembre último triunfo Giuliano fala sobre ajustes no Corinthians e prevê confronto difícil contra o Atlético-GO

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.