Willian se manifesta após violência na Vila Belmiro: 'Uma tragédia anunciada'


Willian se manifesta após violência na Vila Belmiro: ‘Uma tragédia anunciada’

Após invasão de campo, William pede punição aos torcedores

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 14/07/2022

Willian se manifesta após violência na Vila Belmiro: ‘Uma tragédia anunciada’. (Danilo Fernandes/Meu Timão)

São Paulo, SP, 14 – Após atos de violência registrados na partida entre Santos e Corinthians, o atacante Willian veio a público em suas redes sociais condenar e lamentar as atitudes de parte da torcida. Na quarta-feira, torcedores do time da casa invadiram o gramado da Vila Belmiro para agredir atletas corintianos, sendo Cássio um dos alvos.

Em seu Instagram, Willian publicou uma imagem do goleiro sendo atingido por um torcedor santista. Fora dos gramados há duas semanas, por causa de uma lesão no ombro, o atacante que a tendência é uma tragédia aconteça no futebol brasileiro, caso não sejam tomadas atitudes para reprimir a violência.

Willian se manifesta após violência na Vila Belmiro: ‘Uma tragédia anunciada’. (Danilo Fernandes/Meu Timão)

“O futebol brasileiro caminha a passos largos para um tragédia anunciada. Esses bandidos que se dizem torcedores precisam ser punidos de forma severa, para que sirvam de exemplo”, afirmou Willian, que foi vítima de ataques e ameaças em abril deste ano, após derrota do Corinthians para o Always Ready. Na ocasião, abriu queixa na delegacia, para proteger sua família dos agressores.

“Os estádios precisam garantir a segurança tanto aos atletas quantos à maioria dos torcedores, que certamente não compactuam com esse comportamento selvagem dos que se disfarçam de torcedores para cometer agressões e agir de forma ilegal. Espero que as autoridades responsáveis façam a sua parte”, complementou o atleta. Na mesma noite, o ônibus do Atlético Mineiro foi atacado por torcedores do Flamengo durante a chegada ao duelo pela Copa do Brasil.

SEMPRE ATIVO

Willian costuma se manifestar em casos de violência no futebol brasileiro, desde sua volta ao Corinthians. Em março, o jogador manifestou sua revolta diante dos ataques aos ônibus do Bahia e do Grêmio. “Não acontece nada com eles. Continuam fazendo, fazendo e fazendo. As autoridades toleram isso. Eu aprendi uma coisa. O que a gente tolera, não podemos reclamar. Estou aqui para dizer que temos, sim, de ficar indignados com essa situação”, disse o atleta.

Em junho, Willian voltou à delegacia, junto com sua mulher, Vanessa Martins, para prestar uma segunda queixa. A família do jogador havia sido vítima de ameaças pela internet e, à época, cogitava deixar o Corinthians para retornar à Europa.

Ainda se recuperando de lesão, o atleta não tem uma previsão de retorno aos campos. Nesta temporada, soma 31 partidas, com um gol marcado e outras quatro assistências.

Confira a postagem:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Willian Borges Da Silva (@willianborges88)

Confira também: