Jovem da base estreia com Vítor Pereira no Corinthians e pode ser alternativa no ataque

O centroavante Felipe Augusto, de 18 anos, reapareceu no time do Corinthians na noite do último sábado, na vitória da equipe por 1 a 0 contra o Atlético-GO. O jogado não atuava pela equipe profissional desde julho do ano passado e agora busca espaço para se tornar mais uma alternativa ofensiva ao técnico Vítor Pereira.

Relacionado para algumas partidas com o treinador e presente em treinamentos da equipe profissional, Felipe não atuava no time de cima desde o dia 16 de julho do ano passado. Na ocasião, ainda sob o comando de Sylvinho e antes da estreia dos reforços, entrou no segundo tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Cuiabá, fora de casa.

Ele havia angariado um espaço maior entre os jogadores com Vagner Mancini, chegando a dividir minutos com Cauê, hoje no Lommel, da Bélgica. Os reforços e a recuperação de nomes como Jô, no entanto, diminuíram a janela aberta para utilizá-lo.

Conforme dito por Vítor Pereira nos últimos dias, porém, os jovens da base são cada vez mais importantes para que ele possa gerir o tempo de jogo dos mais experientes, lidar com os desfalques e seguir brigando em três frentes. Felipe é mais um na engrenagem.

Ele entrou na etapa final da vitória e brigou praticamente sozinho com os zagueiros adversários. Seu melhor momento foi uma falta sofrida no campo de ataque, em esforço quase todo pessoal.

A carreira do jovem nas categorias de base, aliás, também é afetada pela precocidade. Ele tem já 30 jogos no Sub-20, mesmo tendo completado 18 anos nesta temporada, com seis gols marcados até aqui. Pelo Sub-17, são 11 gols em 20 duelos disputados.

Notícias relacionadas

Notícias relacionadas Lucas Piton passa Arana e se destaca em assistências no Corinthians Corinthians completa maior série invicta desde 2019; veja retrospecto Ex-jogadores da base do Corinthians acompanham Sub-20 em estreia pelo Brasileirão da categoria

Veja mais em: Felipe Augusto, Base do Corinthians e Vítor Pereira.