Cássio deve quebrar novo recorde no Corinthians já na 21ª rodada


Cássio deve quebrar novo recorde no Corinthians já na 21ª rodada

Se atuar em todos os próximos compromissos alvinegros, Cássio chegará em Luizinho, que tem 607 partidas

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 21/07/2022

Cássio deve quebrar mais um recorde no Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

São Paulo, SP, 21 – Cássio está bem próximo de se tornar o segundo jogador que mais vestiu a camisa do Corinthians em toda a sua história. O camisa 12 igualou Ronaldo Giovanelli com a marca de 602 partidas, alcançando o terceiro posto da lista na última quarta-feira, na vitória diante do Coritiba, por 3 a 1, na Neo Química Arena, em confronto válido pela 18ª rodada do Brasileiro.

Se atuar em todos os próximos compromissos alvinegros, com Copa do Brasil e Libertadores no caminho, o goleiro de 35 anos chegará em Luizinho no duelo com o Avaí, dia 6 de agosto, válido pela 21ª rodada do Brasileirão. O Pequeno Polegar, que anotou 174 gols pelo clube e é o sétimo maior artilheiro da história, jogou 607 partidas. Cássio se isolaria na segunda posição nas quartas de finais da Libertadores, contra o Flamengo, no jogo de volta, marcado para o Maracanã.

A missão de se tornar o principal nome desta estatística, no entanto, será bastante complicada. O líder de aparições pelo Corinthians é o ex-lateral-esquerdo Wladimir. O ídolo da Democracia Corintiana esteve em campo em 806 oportunidades. Cássio teria que prolongar sua carreira por mais alguns anos, manter-se saudável em todos eles e beirar ou até ultrapassar a idade dos 40.

Cássio homenageou Ronaldo contra o Coritiba utilizando luvas personalizadas na cor preta e com uma parte quadriculada próxima aos dedos. A referência é ao marcante uniforme vestido pelo ex-camisa 1. O atual capitão alvinegro sempre fala que o ex-goleiro é maior no clube.

“Posso até passar o Ronaldo, mas, para mim, ele sempre será o maior goleiro do Corinthians. É um cara que eu respeito muito, não tenho essa vaidade, conversando com ele, não tem nenhuma vaidade. Mas não só o Ronaldo, o Júlio César, Dida, Gilmar, e tantos outros goleiros. Fico feliz de estar representando eles hoje e dar continuidade”, comentou o goleiro, na época em que iria cravar 550 jogos.

Ronaldo levantou sete títulos no clube do Parque São Jorge: o Brasileiro de 1990, os Paulistas de 1988, 1995 e 1997, a Copa do Brasil de 1995, o troféu Ramón de Carranza de 1996 e a Supercopa do Brasil de 1991. Cássio tem nove conquistas em sua galeria, ficando atrás somente de Marcelinho Carioca, com dez. Logo na primeira temporada, o goleiro faturou a inédita Libertadores e o Mundial de Clubes da Fifa, ambos em 2012. Depois, fez história com mais dois Brasileiros (2015 e 2017), quatro Paulistas (2013, 2017, 2018 e 2019), e uma Recopa Sulamericana (2013).

Cássio, que esteve na última Copa do Mundo, na Rússia, vive grande fase pelo Corinthians. O camisa 12 foi o herói da classificação nas oitavas de finais da Libertadores da América, contra o Boca Juniors, no La Bombonera, decidida nos pênaltis. O goleiro já disputou 38 partidas em 2022 e segue firme para cumprir seu atual contrato, válido até 2024.

Confira também: