Média de público do Brasileirão supera 21 mil e CBF sonha com marca histórica


Média de público do Brasileirão supera 21 mil e CBF sonha com marca histórica

Até a sua metade, o Brasileirão de 2022 já é o terceiro na lista das melhores médias da história da competição – os registros iniciaram em 1971

Só fica atrás da edição de 1983, quando 22.953 torcedores compareciam aos estádios por jogo, em média. O segundo lugar pertence à edição de 2019, a última antes da pandemia de covid-19, com 22.601

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 27/07/2022

Média de público do Brasileirão supera 21 mil e CBF sonha com marca histórica

Campinas, SP, 27 – O Campeonato Brasileiro deste ano tem potencial para bater recordes de público, na avaliação da CBF. Nesta quarta-feira, a entidade divulgou os números do primeiro turno e comemorou a média de 21.026 torcedores por partida nas primeiras 19 rodadas da competição. O Flamengo lidera o ranking de público.

Até a sua metade, o Brasileirão de 2022 já é o terceiro na lista das melhores médias da história da competição – os registros iniciaram em 1971. Só fica atrás da edição de 1983, quando 22.953 torcedores compareciam aos estádios por jogo, em média. O segundo lugar pertence à edição de 2019, a última antes da pandemia de covid-19, com 22.601. Outras boas médias foram registradas nos anos de 1982 (20.792) e 1971 (20.360).

A CBF atribui a boa média atual ao retorno integral das torcidas às arquibancadas depois de duas edições seguidas do Brasileirão com diversas restrições, causadas pela pandemia. Em 2020, foram rodadas seguidas de estádios vazios. No ano seguinte, o Brasileirão começou com arquibancadas vazias e só ganhou público novamente em sua reta final.

As primeiras 19 rodadas do Brasileirão deste ano somaram público total de 3,8 milhões de torcedores. Um dos principais responsáveis por esta marca foi o Flamengo, líder do ranking entre os clubes, com média de 53.484 por jogo. Além disso, o time carioca foi o mandante em três das cinco partidas com maior público na competição até agora.

O confronto com maior número de torcedores envolveu o Flamengo e o Palmeiras, líder do campeonato, com 69.997 presentes, num empate sem gols disputado no Maracanã. Em seguida, vem a goleada do rubro-negro sobre o Juventude por 4 a 0, diante de 65.382 torcedores. Em terceiro no ranking está a derrota dos cariocas para o Fortaleza por 2 a 1, assistida por 63.975.

Em quarto está a despedida do atacante Fred do Fluminense. A vitória sobre o Ceará por 2 a 1 foi acompanhada por 63.707 nas arquibancadas. E, por fim, o Top 5 tem o Fla-Flu vencido pelo rubro-negro por 2 a 1, com mando de campo do tricolor: 57.919 presentes.

Ao revelar os números deste primeiro turno, a CBF relacionou a qualidade do espetáculo à presença do público. “Time e torcida costumam caminhar lado a lado no futebol. São causa e consequência, sem ordem particular. Por isso, quanto melhor a fase de um clube, maiores as chances de suas arquibancadas estarem lotadas. Este raciocínio se comprova no ranking das médias de público do Brasileirão”, argumentou a entidade.

Dos sete times que mais levaram torcedores aos estádios, cinco estão atualmente no G-6 da tabela do Brasileirão: Palmeiras, Corinthians, Fluminense, Atlético-MG e Flamengo.

Confira abaixo o ranking dos times com melhor média de público deste Brasileirão:

1.º – Flamengo: 53.484 torcedores

2.º – Corinthians: 38.152

3.º – Palmeiras: 34.541

4.º – Atlético-MG: 34.417

5.º – São Paulo: 31.416

6.º – Ceará: 30.485

7.º – Fluminense: 27.957

8.º – Fortaleza: 23.998

9.º – Botafogo: 22.676

10.º – Coritiba: 22.269

11.º – Internacional: 21.591

12.º – Athletico-PR: 21.073

13.º – Santos: 11.997

14.º – Cuiabá: 10.582

15.º – Avaí: 10.421

16.º – Goiás: 9.316

17.º – Atlético-GO: 7.034

18.º – Red Bull Bragantino: 4.837

19.º – Juventude: 4.476

20.º – América-MG: 2.935

Confira também: