Corinthians 1 x 0 Botafogo – Mosquito marca golaço em jogo de homenagens a Cássio


Corinthians 1 x 0 Botafogo – Mosquito marca golaço em jogo de homenagens a Cássio

Com golaço de Mosquito, o Corinthians chegou a oito vitória em Itaquera e segue invicto como mandante no Brasileirão

O jogo ainda renovou o astral do time para a decisão contra o Flamengo

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Futebol Interior, 30/07/2022

Com gol de Mosquito, Corinthians segue invito em Itaquera no Brasileirão (Foto: Divulgação/Corinthians)

São Paulo, SP, 30 (AFI) – Comemorando 603 jogos com a camisa corintiana, Cássio não teve muito trabalho, mas quando exigido mostrou o porquê de ostentar a marca na meta do Corinthians. Na noite de sábado, o goleiro ajudou seu time a chegar a oito vitórias na Arena Neo Química no Brasileirão, ao bater o Botafogo por 1 a 0, com golaço de Gustavo Mosquito, pela 20ª rodada. E ainda renovou o astral para a decisão de terça-feira contra o Flamengo pela Libertadores.

Em Itaquera, o Corinthians segue dominante, no Brasileiro, são oito vitórias, três empates e nenhuma derrota. Com os três pontos, o time paulista chegou aos 38, segue em segundo e manteve a  distância de quatro pontos do líder Palmeiras. Já o Botafogo, caiu para o 12º lugar, com 24 pontos e segue oscilando na temporada.

GOLAÇO DE MOSQUITO

O jogo começou animado em Itaquera, com as duas equipes propondo o ataque. Com menos de um minuto, o Botafogo já tinha uma finalização a gol. Acelerado, o Corinthians roubava a bola e já partia para o ataque. Porém só foi levar certo perigo aos 19 minutos, com Fausto Vera.  Após bela jogada de Roger Guedes e Mosquito, mas o chute do argentino pegou pela rede do lado de fora.

O lance animou o Corinthians que seguiu em cima. Aos 23, Roger Guedes teve sua chance e finalizou por cima. E aos 26, Gustavo Mosquito marcou um golaço para abrir o placar. Roni roubou a bola, rolou para Gustavo Mosquito, que deixou o zagueiro Mezenga para trás, cortou para o meio e bateu no cantinho para completar a pintura.

O gol abriu o apetite do Corinthians, que seguia atacando. Giuliano, na primeira trave, completou mal de cabeça o cruzamento de Fábio Santos. Em seguida, Roger Guedes parou em Gatito. E já aos 45, Roger Guedes, novamente deixou de marcar, ao perder o tempo da bola e cabecear por cima do gol.

MARCAÇÃO PRESSÃO

O segundo tempo seguiu na mesma pegada. O Corinthians pressionava o Botafogo, roubava a bola e já ligava ao ataque. Gustavo Mosquito esquentou as mãos do goleiro botafoguense. Depois Fausto Vera, finalizou de primeira, mas errou o alvo. Mesma situação de Mosquito, que tirou tinta da trave direita.

O Botafogo, só foi assustar o Corinthians, aos 19, quando Erison finalizou forte nas mãos de Cássio. Foi a sexta finalização dos botafoguenses, contra 13 dos corinthianos.

O Corinthians foi diminuindo o ritmo e começou a apostar mais nos contra ataques. E seguia finalizando, Fausto Vera, em duas oportunidades, ficou perto de marcar. Primeiro, mandou por cima do gol, e a segunda parou na defesa de Gatito.

CÁSSIO SALVA

Aos 40, o Corinthians tirou o pé de vez. E já nos acréscimos assistiu o Botafogo atacar e quase empatar a partida. Se não fosse a presença do goleiro Cássio, completando seus 603 jogos, salvar a cabeçada de Matheus Nascimento, evitando o gol e sacramentando mais uma vitória do Corinthians em Itaquera.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Corinthians irá enfrentar o Avaí, na Ressacada, no sábado, às 19h00. No meio de semana, tem o confronto de ida das oitavas da Libertadores contra o Flamengo, na terça-feira, às 21h30, na Arena Neo Química. Já o Botafogo, entra em campo somente no sábado, às 16h30, quando recebe o Ceará, no Nilton Santos.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 1 0 Botafogo Fase: Única Rodada: 20ª rodada Data: 30/07/2022 Hora: 7:00 pm Arbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS) Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS) Estádio: Neo Química Arena Público: 42.797 pagantes Endereço: São Paulo Renda: R$ 2.860.163,50 GOLS: Corinthians: Gustavo Mosquito 26’/1T Corinthians

Cássio; Rafael Ramos, Balbuena, Bruno Méndez e Fábio Santos; Roni (Maycon), Fausto Vera e Giuliano (Du Queiroz); Gustavo Mosquito (Adson), Róger Guedes (Yuri Alberto) e Giovane (Willian)

Técnico: Vítor Pereira Botafogo

Gatito Fernández; Daniel Borges, Mezenga, Philipe Sampaio e Marçal (Hugo); Tchê Tchê, Patrick de Paula (Luis Henrique) e Lucas Fernandes; Lucas Piazon (Matheus Nascimento), Jeffinho (Vinícius Lopes) e Erison

Técnico: Luís Castro