Cássio se torna o 3º maior jogador a atuar no Corinthians


Cássio se torna o 3º maior jogador a atuar no Corinthians

“É fazer o melhor no momento. É gratificante, não tenho noção de tudo o que conquistamos, tem muito a conquistar ainda, em relação a títulos também.”

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 30/07/2022

Cássio chegou a 603 jogos com a camisa alvinegra (Foto: José Manoel Idalgo / Ag. Corinthians)

São Paulo, SP, 30 – Mesmo sendo disputado entre as fases decisivas de duas competições diferentes (Copa do Brasil e Libertadores), a vitória do Corinthians sobre o Botafogo, por 1 a 0, foi um jogo festivo. Cássio se tornou, na última quarta-feira, o goleiro que mais vezes defendeu o Corinthians em toda a história do clube e foi homenageado na Neo Química Arena. Neste sábado, o camisa 12 chegou aos 603 jogos, ultrapassando Ronaldo Giovanelli.

Embora tenha realizado um feito histórico, o goleiro afirmou que era importante vencer depois da derrota no meio de semana para o Atlético Goianiense pela Copa do Brasil. Com a vitória, o Corinthians se manteve na vice-liderança, quatro pontos atrás do Palmeiras, que também venceu neste sábado – 42 a 38.

“É fazer o melhor no momento. É gratificante, não tenho noção de tudo o que conquistamos, tem muito a conquistar ainda, em relação a títulos também. Vamos jogo a jogo. Você vem de derrota, buscar uma vitória em casa era importante, vamos jogo a jogo. Feliz pelo Corinthians voltar a estar entre os primeiros, numa quartas de final de Libertadores”, afirmou o goleiro após a vitória.

Na entrada dos jogadores ao gramado do estádio, a torcida ergueu um grande mosaico com os dizeres “603 Gigante”, referência ao número de jogos que ele completou na última quarta-feira. Além disso, houve uma grande queima de fogos e foi estendida uma camisa do Cássio na arquibancada, com o seu nome e o número 12. Entre os atletas que mais atuaram pelo clube, Cássio só está atrás de Luizinho (607 jogos) e Wladimir (806 jogos).

“O que tem acontecido eu não sei decifrar. É só para agradecer a todo mundo, ao presidente Duilio, pessoal da comunicação, do marketing, minha família, esposa, filhos. Passa um filme. Saí de casa com 12 para 13 anos com sonho de ser jogador e estar diante da nação corintiana e receber essa homenagem”,

Nesta sexta-feira, no CT Dr. Joaquim Grava, ele concedeu uma coletiva especial e recebeu um par de luvas de ouro, uma placa com assinaturas de todas as seis torcidas organizadas do Corinthians e um vídeo de Tom Brady, histórico atleta de futebol americano.

O Corinthians agora volta o foco para a Libertadores da América. Na próxima terça-feira, às 21h30, recebe o Flamengo no jogo de ida das quartas de final. “Pé no chão, humildade e trabalho para ir em busca de coisas grandes”, disse o goleiro corintiano.

Confira também: