Balbuena, após erro, pede confiança no Corinthians: 'Acreditar sempre'


Balbuena, após erro, pede confiança no Corinthians: ‘Acreditar sempre’

No Maracanã o time alvinegro precisará vencer por três gols para avançar direto ou por dois para levar a decisão aos pênaltis. Situação difícil, mas possível.

Mesmo frustrado pelo resultado e pelo erro, o zagueiro buscou adotar um discurso de motivação, em tom de esperança para jogo de volta

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 03/08/2022

Balbuena mantém a confiança no timão. Foto: Oficial Corinthians

São Paulo, SP, 2 – Depois de passar segurança em seus primeiros jogos no retorno ao Corinthians, Balbuena falhou nesta terça-feira, quando escorregou ao tentar interceptar o passe flamenguista e viu Gabigol dominar antes de marcar o segundo gol da vitória por 2 a 0 do Flamengo. Mesmo frustrado pelo resultado e pelo erro, o zagueiro buscou adotar um discurso de motivação, em tom de esperança, ao comentar o jogo da volta pelas quartas de finais da Copa do Brasil, apesar da dificuldade em reverter o resultado.

“Agora é descansar e pensar no segundo jogo. Temos que sempre acreditar. O futebol sempre tem mostrado muitas coisas, temos que trabalhar. A gente sabe que temos que melhorar bastante, vamos tentar reverter no Rio de Janeiro”, comentou, já pensando na partida marcada para a próxima terça-feira, no Maracanã, onde o time alvinegro precisará vencer por três gols para avançar direto ou por dois para levar a decisão aos pênaltis.

CÁSSIO ACREDITA Assim como Balbuena, o goleiro Cássio procurou manter o otimismo. Ele até chegou a questionar a validação do primeiro gol rubro-negro, já que a bola tocou no braço de João Gomes antes de sobrar para Arrascaeta marcar, mas disse não ter certeza sobre o que diz regra. Além disso, reconheceu as dificuldades enfrentadas pelo Corinthians.

“Era um jogo de detalhe. Sofremos um gol, bateu na mão, mas não sei a regra para falar com propriedade. Quando tomamos no segundo tempo, tudo ficou ainda mais difícil, pois tivemos que correr atrás. É um resultado que a gente não queria, mas creio que não faltou dedicação”, disse o ídolo corintiano.

“Não sei se é válido ou não, primeiro jogo bateu no braço do jogador. Na regra, não sei se pode ou não, se mudou a direção. É triste, mas amanhã é um novo dia. Vamos focar no jogo do Brasileirão. Vamos focar no Brasileiro para depois pensar no outro jogo e tentar a virada”, completou. SEQUÊNCIA COMPLICADA

O Corinthians enfrenta o Avaí no sábado. Então, encara uma sequência muito complicada. Depois de enfrentar o Flamengo no Rio, na próxima terça, terá um clássico com o Palmeiras, pelo Brasileirão, e decidirá as quartas de final da Copa do Brasil contra o Atlético-GO – no jogo de ida, também perdeu por 2 a 0.

Confira também: